Uma vez mais, o termo ar condicionado foi displicentemente associado a erro de instalação elétrica mal executada que provocou o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. As incontáveis matérias jornalísticas da imprensa televisada, falada e escrita expuseram as falhas construtivas físicas e das instalações do dormitório dos atletas; os aparelhos de ar condicionado não foram os causadores daquela tragédia.

Recentemente, um jornal paulistano tentou associar o ar condicionado de ônibus ao aumento da emissão de poluentes, pouco se preocupando com a muito provável falta de manutenção adequada dos coletivos urbanos. Além de não considerar o fator humano, usualmente displicente na condução dos motoristas, não considerou os benefícios que o ar condicionado veicular propicia a seus usuários e condutores, como conforto, higiene, redução de ruídos ambientais e, como consequência primordial, a segurança dos usuários!

A ABRAVA vem trabalhando fortemente com sua equipe de marketing e comunicação para fazer com que os cidadãos usuários comuns e a mídia não especializada mudem sua percepção sobre os benefícios do ar condicionado. Mesmo assim, convido todos os profissionais especializados da área de climatização e refrigeração, a difundirem com responsabilidade os benefícios do correto uso e manutenção dos sistemas e equipamentos de ar condicionado e de refrigeração.

Com o objetivo de ampliarmos as discussões sobre manutenções prediais e sistemas de climatização, explorando sinergia de suas ações nas áreas correlatas, firmamos recentemente acordos de parcerias com o GRUPAS (Grupo de Gestores de Facilities) e com a ABRAFAC (Associação Brasileira de Facilities).

Nesta edição, os temas manutenção e segurança nas instalações de sistemas de ar condicionado são tratados com relevância, tanto quanto o uso combinado de fluidos refrigerantes. Estes temas têm promovido reflexões e discussões positivas sobre as responsabilidades dos gestores de manutenção de sistemas e deverão se destacar também no XXI CONBRAVA que acontecerá simultaneamente com a FEBRAVA (10 a 13 de setembro de 2019).

A conjugação dessas ações tem, na sua essência, o compromisso de promovermos continuadamente o “fazer a coisa certa”, valorizando e agregando valor às empresas associadas da ABRAVA perante o mercado usuário consumidor. Afinal, ar condicionado é bom e faz bem, e refrigeração é imprescindível!

Boa leitura!

Arnaldo Basile – Presidente da ABRAVA

Nota do editor: Por uma falha na produção da revista Abrava+Climatização & Refrigeração, foi reproduzido na edição no. 60, de março último, o texto do editorial da edição de fevereiro. Este é o texto correto.

Tags:, , ,

Comentários