Leonardo Cozac, presidente do Conbrava, saúda os participantes

Simultaneamente à Febrava, aconteceu o XVI Congresso Brasileiro de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar (CONBRAVA). Entre os dias 11 e 13 de setembro foram apresentados cerca de 50 trabalhos produzidos pela comunidade do AVAC-R. Como de praxe o evento serviu para dar ressonância à produção de profissionais do mercado e, também, às pesquisas do meio acadêmico.

Foram cerca de 1300 participantes no evento, um número bem representativo do mercado brasileiro, que nesta edição puderam conferir uma novidade: a introdução de mesas-redondas ao final de cada dia. Refletindo as principais discussões no AVAC-R, os temas escolhidos foram a Qualidade do Ar, Fluidos Refrigerantes e a Eficiência Energética.

Público numeroso e qualificado

No dia 11, sob a coordenação do professor doutor Antonio Luís de Campos Mariani, Paolo Tronville, do Instituto Politécnico de Turim, Itália, Júlio Vidal Lucena, da Federação de Qualidade do Ar da Espanha, Celso Simões Alexandre, da Trox, e Wili Hoffmann, da Anthares, debateram o tema Qualidade do Ar de Interiores. No dia 12 foi a vez de Paulo Neulaender, diretor de marketing e comunicação da Abrava, Arthur Ngai, da Chemours, Paulo Napoli, da Arkema, e Fernando Tanaka, da Honeywell, debaterem sobre os novos fluidos refrigerantes, mediados pelo professor doutor Roberto Peixoto, do Instituto Mauá de Tecnologia. A última mesa redonda do evento, realizada no dia 13, tratou da eficiência energética. José Carlos Felamingo coordenou o debate entre João Tiziani, da Yeld Control, Charles Domingues, especialista em tratamento de água, Alberto Hernandez, professor doutor da Poli-USP, Mário Alexandre Möller Ferreira, do grupo de projetistas da Asbrav, e George G. Szegö, da Mecalor. Cada uma das mesas redondas, que contou com um público médio de 90 pessoas, produzirá um relatório com as principais conclusões.

Mesas-redondas fecharam as apresentações em cada um dos dias

“A missão da Abrava é desenvolvimentista, promove as inovações tecnológicas e a evolução das boas práticas dos quatro segmentos que representamos, Ar-Condicionado, Refrigeração, Ventilação e Aquecimento, incentivando o debate ético para melhor entendimento, mantendo-as acessíveis para servir como fonte de informação atualizada, e inspiração no exercício do aprimoramento profissional e acadêmico”, afirma Arnaldo Basile, presidente executivo da Abrava.

Para Leonardo Cozac, presidente da comissão organizadora do Conbrava 2019, o evento “foi uma oportunidade ímpar para profissionais do setor AVAC-R buscarem conhecimento técnico e científico, além de um ótimo momento para fazer networking. Os debates das mesas-redondas foram de alto nível, com a conclusão de que é tarefa de cada profissional do setor levar a conscientização de temas importantes como Qualidade do Ar Interno, Eficiência Energética e Fluidos Refrigerantes ao mercado consumidor. Com o cliente mais consciente, teremos a aplicação de uma melhor engenharia”.

O nível dos trabalhos apresentados foi o grande destaque

O público do Conbrava premiou três dos trabalhos apresentados. Os prêmios receberam o nome de profissionais que faleceram nos últimos dois anos. Os trabalhos premiados foram: Rafael Reinert, da UNIVALI, que recebeu o prêmio “João Francisco Peral  Cèspedes”, pelo trabalho “Proposta de melhorias no sistema HVACR de um rebocador portuário”; o prêmio “Aldo Bianco“ foi para Fabio Correa, Edivaldo Blanco, Jefferson Lourenço e Rafael Henrique Neves do SENAI por  “Monitoramento via smartphone de unidade Rack”; Vinicius de Lima e Nísio de Carvalho, da Marinha do Brasil/UFRJ foram agraciados com o prêmio o “Cláudio Melo” pela apresentação de “Análise exergética de um sistema de recuperação de calor sensível”.

Tags:, , , , , ,

Comentários