Mesa da cerimônia de homenagem ao professor Mariani

O ano de 2019 foi generoso com o professor Antonio Luís de Campos Mariani, ou, melhor dizendo, justo. Recebeu o honrado título de fellow da Ashrae; foi escolhido paraninfo dos formandos da instituição da qual faz parte, a Poli-USP, templo da excelência no ensino e pesquisa das várias áreas da engenharia; finalmente, seus pares, reunidos na Associação dos Engenheiros Politécnicos (AEP), o elegeram “Professor do Ano”.

Dario Gramorelli, diretor geral da AEP, associação dos antigos alunos da Escola Politécnica da USP explica que a indicação dos candidatos à honraria é feita pela diretoria da EPUSP, seguindo indicação dos órgãos colegiados da escola. Em seguida, a AEP, considerando o histórico de atuação do professor e todas as suas contribuições à Poli, encaminha o nome do escolhido para votação secreta entre os membros da Diretoria e do Conselho da AEP.

Entre os requisitos o escolhido deve ser professor da EPUSP, por óbvio, e possuir engajamento nas atividades desenvolvidas pela Escola, tanto regulares quanto extracurriculares, inclusive as de cunho não didático. Contribuições às pesquisas desenvolvidas pela Escola e ações que contribuíram e contribuem para elevar o nome da Escola na comunidade técnica e na sociedade em geral, acrescido de senioridade e experiência em engenharia, completam as exigências. “O prêmio foi instituído em 1977 e passou a ser concedido regularmente em 1996. Até hoje, 39 professores foram homenageados pela AEP”, informa Gramorelli.

A partir da esquerda: Liedi Legi Bariani Bernucci, Diretora da Poli, Ceci Baptista Mariani e o homenageado

A cerimônia foi no dia 8 de novembro passado no Auditório da própria instituição. Em seu discurso, além dos agradecimentos de praxe – que incluíram o ex-reitor do Colégio São Luís, padre jesuíta Paulo Pedreira de Freitas, a equipe da AEP e, especialmente, a esposa Ceci Baptista Mariani -, o homenageado terminou indagando sobre o significado da cerimônia. E, conclui: “Estamos celebrando a importância da Educação! Estamos comemorando bons resultados de ações e projetos que fizemos juntos. Sinto que a celebração não deve ser da pessoa, mas dos resultados, das consequências de atividades que foram boas para muitos. E que foram realizadas e construídas por muitos. E, assim, eu quero agradecer a todos que me ajudaram a realizar muitas coisas.”

 

Tags:, , ,

Comentários