Além do R-449A (OpteonTM XP40), também dispomos de outras alternativas para retrofit e novos projetos que requerem rotinas e cuidados muito similares aos já adotados para o uso de HFCs, como o R- 514A, indicado para substituição do R-123 em chillers centrífugos de baixa pressão, e o R-513A, indicado para substituição do R-134a, reduzindo em 56% o GWP do fluido refrigerante (emissões diretas).

Para limpeza de sistemas de refrigeração e climatização, oferecemos OpteonTM SF80, que substitui o R-141b de forma segura por não ser inflamável nem tóxico, e deve ser aplicado de maneira bastante similar ao R-141b. Dispomos, ainda, de alternativas de baixíssimo GWP que atendem requisitos de GWP abaixo de 150, mas que requerem cuidados específicos em relação à inflamabilidade, uma vez que são classificados pela ASHRAE como A2L (levemente inflamáveis), a exemplo do R-454C, indicado somente para novos projetos, alguns deles em desenvolvimento ou já em implementação com parceiros da Chemours, sempre respeitando os requisitos técnicos exigidos pelas normas internacionais.

Atualmente há uma oferta ampla de compressores, condensadores e demais componentes já homologados para o uso de HFOs e, geralmente nos casos de retrofit, os compressores, condensadores, trocadores de calor ou tubulações não precisam sofrer alterações. As alterações serão feitas nas válvulas e sistemas de controle onde os parâmetros de operação do sistema deverão ser ajustados para as características do novo fluido a ser aplicado. Entretanto, recomendamos que para novos projetos os cálculos sejam realizados já considerando-se o HFO a ser aplicado. (Joana Canozzi)

Veja também :

Mercado busca alternativas aos hidrofluorcarbonos

 

Tags:, ,

Comentários