30XMV: O primeiro chiller VFD produzido no Brasil

A Midea Carrier, uma das principais fabricantes de equipamentos de ar-condicionado residenciais e comerciais do Brasil, deu início, em 2008, ao processo de certificação de sua linha de chillers pelo Programa de Certificação de Performance de Produtos do AHRI (Air-Conditioning, Heating and Refrigeration Institute), representante dos fabricantes globais de equipamentos de aquecimento, ventilação, ar-condicionado e refrigeração e de aquecimento de água. O AHRI é líder no desenvolvimento de normas para desempenho de equipamentos, programas de certificação, informações e soluções completas para facilitar as regulamentações de conformidade e apoio à eficiência energética. O objetivo é incentivar a concorrência leal no setor, garantindo a confiança dos compradores e desencorajando a comercialização de produtos que não alcançam os padrões mínimos de eficiência operacional.

O primeiro certificado AHRI, obtido em 2008, foi para o Chiller 30HX. Três anos depois, em 2011, o modelo 30XW também recebeu a certificação. Com isso, a empresa alinhava os produtos produzidos no Brasil aos seus padrões globais de eficiência, entendendo a responsabilidade de seguir todas as normas e procedimentos mundiais na fabricação do equipamento.

Em setembro de 2019 a Carrier lançou o modelo 30XWV, o primeiro chiller VFD fabricado no Brasil. Além de otimizar custos e tempo no processo de logística, por ser produzido em território nacional, o produto proporciona, segundo a certificação, 33% a mais em eficiência comparado com equipamentos de velocidade fixa. O equipamento utiliza compressor parafuso e inversor de frequência, pioneirismo no setor e com níveis de eficiência que podem atingir um COP de até 6.3 e IPLV de até 10.1 em condições AHRI. Segundo a empresa, com o Chiller 30XWV, ela passa a oferecer “a segurança do duplo circuito de refrigeração e excelente performance em carga total e parcial, sem dúvidas, um dos Chillers mais eficientes do mundo.”

O modelo 30XWV foi, também, o terceiro chiller fabricado no Brasil a ser certificado pelo AHRI, em fevereiro de 2020. “Já tínhamos certeza do grande trabalho realizado por nossa equipe, mas obter o certificado de uma associação que é reconhecida globalmente, é a coroação do resultado”, declara Cristiano Brasil, da engenharia de aplicação da Midea Carrier.

O processo de Certificação AHRI consiste na fabricação e exportação de produtos para testes em Laboratório nos EUA, para que sejam avaliados em condições qualificadas que comprovem o nível de eficiência definidas pelo Standard ASHRAE 90.1. “Por mais que essa certificação ainda não seja reconhecida como diferencial técnico de forma ampla no Brasil, a Midea Carrier prioriza a qualidade dos equipamentos e assume o desafio de obter o certificado AHRI com todos os custos envolvidos. A marca acredita que a indústria local merece essa conduta; em razão disso, oferece o que há de melhor aos compradores. Apostamos na força da indústria nacional e, em momentos de forte flutuação cambial e de crise como a que estamos atravessando, garantimos tranquilidade aos nossos clientes ao adquirirem um equipamento vendido na moeda local”, completa Brasil.

Veja também :

Empresa doa condicionadores de ar para novo centro de combate à Covid

Tags:, ,

Comentários