Wall mounted Tosi

O ar-condicionado está associado automaticamente ao conforto humano. Entretanto, suas aplicações vão bem além das instalações de um edifício de escritórios ou de consultórios médico e odontológicos. Aventurando-se pelas matas da região amazônica, por exemplo, não raro o explorador poderá dar de cara com um condicionador de ar instalado em um contêiner.

“São edificações que têm por missão acondicionar painéis elétricos para alguma atividade que requer muita energia, os chamados eletrocentros”, diz o consultor Marcos Santamaria Alves Corrêa, das Indústrias Tosi.

Quem tem idade para tal, há de lembrar-se da proliferação de centrais de telecomunicações construídas nos ambientes urbanos e mais remotos a partir da expansão das teles no Brasil dos anos 1990. A intenção era, então, proteger os componentes da telefonia móvel.

Da mesma forma, a expansão da mineração tem feito aumentar a busca para essas soluções, agora para proteger painéis e outros componentes do sistema elétrico, que geram alta carga de calor sensível. “Dadas as várias dificuldades, essas centrais elétricas devem sair praticamente montadas nos centros industriais para atender a atividade de mineração, principalmente, em lugares ermos. São equipamentos caros destinados a locais com escassez de mão de obra. Ademais, o transporte é difícil. Elas saem prontas, em contêineres, com todos os componentes montados, entre eles o equipamento de ar-condicionado”, continua Santamaria.

Os equipamentos são do tipo wall mounted, ou montado em parede, numa tradução livre. São do tipo unitário, fixados nas paredes externas da caixa e a ela conectados por aberturas que cumprem a função de insuflar o ar tratado, por um lado, e captar o ar do ambiente pelo outro. “São equipamentos robustos, de grande capacidade de vazão, que chegam a 1.000 m³/h por TR”, explica Santamaria.

Dadas as condições da aplicação é necessário que eles tenham controle da condensação e até controle de umidade, exigindo, por vezes, o uso de desumidificadores agregados e, para manter pressão positiva nestes containers e assim evitar a entrada de ar não tratado quando da eventual abertura de portas, também dispositivos pressurizadores de ar são instalados. Os componentes utilizados na sua fabricação tampouco podem ser negligenciados. Para atender à demanda de ventilação com segurança e confiabilidade, por exemplo, são dotados de ventiladores do tipo EC de acoplamento direto, ou seja, sem polias e correias. “As Indústrias Tosi desenvolveram linhas para atender a este mercado e, atualmente, produzem equipamentos wall mounted de até 30 TR de capacidade” conclui Santamaria.

Acesse a entrevista completa aqui.

Tags:, ,

Comentários