Ar condicionado
Grupo JCPM incorpora práticas sustentáveis aos empreendimentos
Desacoplamento de cargas, recuperadores de energia e vigas frias
postado em: 08/03/2017 15:44 h atualizado em: 09/03/2017 15:51 h

Francisco Bacelar é diretor de engenharia do Grupo JCPM. Com trajetória profissional fortemente identificada com a filosofia do grupo, deve-se a ele, em grande medida, os sucessos na política de inovação aplicada aos vários empreendimentos, shoppings Salvador, Salvador Norte e a série RioMar, além do próprio edifício sede do JCPM, em Recife.

“Primeiro, definimos que teria que ser um sistema eficiente e econômico. Conforto térmico e qualidade do ar interno, inovação, custo-benefício favorável, racionalidade de manutenção e operação e baixa emissão de gases de efeito estufa (CO2 equivalente - CO2e)”, discorre ele sobre os requisitos estabelecidos na concepção do RioMar Kennedy.

Bacelar descreve os principais conceitos do sistema de climatização do empreendimento. “O sistema adota um processo de desacoplamento entre as cargas térmicas de desumidificação e de resfriamento. Usamos recuperadores de energia de ventilação, tetos radiantes (vigas frias) e produção escalonada de refrigeração.  Em todo o sistema usamos os equipamentos mais modernos com o menor consumo de energia”,

O diretor de engenharia do JCPM diz que o grupo procura dotar os empreendimentos das mais modernas tecnologias sempre norteados por menor consumo de recursos naturais, além de eficiência. “Temos também como conduta a preocupação com o entorno, a fim de potencializar o impacto positivo da implantação. Atuamos sempre com as comunidades próximas, buscamos parceiros locais, e desenvolvemos empreendimentos conectados com as novas tendências. O RioMar Kennedy seguiu todas essas diretrizes”, defende Bacelar.

Os resultados não têm desapontado. Bacelar explica que, em relação à eficiência energética, o Grupo faz medições nas instalações existentes que têm apontado, em média, uma redução no consumo de energia em torno de 30% e de 25% na água. “Essas comparações nós tomamos como base instalações convencionais do mesmo porte”.

Os shoppings do Grupo JCPM têm adotado sistema de esgoto a vácuo, a fim de reduzir consideravelmente o consumo de água e consequentemente o descarte no esgoto; vidros com tecnologia Low-e nas cobertas, com capacidade de reter calor ao mesmo tempo em que permitem a entrada de luz natural, reduzindo o consumo energético; automação do sistema de ar condicionado, permitindo a modulação da real necessidade de esfriamento, sem desperdício; implantação central de resíduo, para direcionar corretamente todo o lixo produzido no interior do centro comercial e fazer o descarte de forma correta, gerando, também, renda para cooperativas parceiras.

Francisco Bacelar, diretor de engenharia do Grupo JCPM

“Temos hoje o Selo de Alta Qualidade Ambiental (AQUA), concedido pela Fundação Vanzolini. Ele reconhece as iniciativas na área de sustentabilidade, além da relação com entorno e ações sociais do empreendimento. Acreditamos que a certificação realmente é resultado de um conjunto de ações. Mas, se formos destacar, acredito que a redução de dois importantes recursos naturais como água e energia tenha um peso grande, sendo o sistema de ar condicionado o que contribui mais para essa redução”, enfatiza Bacelar.

Ronaldo Almeida - ronaldo@nteditorial.com.br

Leia também: 

Shopping em Fortaleza tem climatização por vigas frias

Johnson Controls estreia nova linha de fancoils no RioMar

Compartilhe essa matéria !
Deixe seu Comentário !


Seu nome:
 
Seu e-mail:
 
Mensagem:




Comentários