Ar condicionado
Otimizando a CAG: paralelo, série ou contrafluxo
Consultor cita 8 requisitos fundamentais para uma boa seleção de equipamentos
postado em: 08/03/2017 17:07 h atualizado em: 09/03/2017 15:40 h

O consultor Francisco Dantas faz algumas recomendações no que toca à seleção de equipamentos:

1. Buscar aqueles que dispõem de válvulas de expansão eletrônica e variação de capacidade por variação da rotação do compressor.

2. No caso do uso em sistemas de circuito único variável, além dos requisitos já descritos para os chillers com fluxo variável de água no cooler, é necessário que no regime de carga mínima (noturna ou em feriados e finais de semana) a vazão no consumo seja, pelo menos, igual ao menor fluxo admissível no cooler.

3. No sistema paralelo a seleção dos resfriadores de líquidos é feita para uma única temperatura de saída da água gelada e uma única temperatura de entrada da água de condensação. O projeto determina os diferenciais de temperatura de ambos os processos, a temperatura de produção da água gelada e a temperatura de resfriamento da água de condensação em função da temperatura de bulbo úmido do ar do local da instalação (estabelecer o approach).

4. No caso do sistema série a seleção é feita para a temperatura de saída da água do chiller à jusante e para a temperatura intermediária (saída do chiller à montante). O diferencial de temperatura da água gelada e os parâmetros da água de condensação faz-se de forma idêntica ao sistema paralelo.

5. No sistema série contrafluxo deve-se determinar uma temperatura intermediária para a água de condensação (saída do condensador do chiller à jusante) a exemplo do que foi descrito para o sistema de água gelada do sistema série e proceder de forma idêntica nos demais passos.

6. Nos arranjos em série e contrafluxo é necessário ter precaução quanto às quedas de pressão nos trocadores de calor para evitar excesso de consumo nos sistemas de bombeamento de água.

7. É preciso ter precaução quanto à possibilidade de circulação de água em trocadores de calor inoperativos, nos arranjos em paralelo.

8. Nos diferentes arranjos é preciso atender aos requisitos de fluxo máximos e mínimos estabelecidos pelos fabricantes dos chillers selecionados, ao ritmo das variações, e atentar para o atendimento da vazão sob carga térmica mínima nos sistemas de circuito único.

Francisco Dantas, da Interplan Planejamento Térmico Integrado


Leia tambem: 

 

Otimização da CAG

Especificação das válvulas para a otimização da CAG

Arranjo dos chillers em sistemas de água gelada

 

Compartilhe essa matéria !
Deixe seu Comentário !


Seu nome:
 
Seu e-mail:
 
Mensagem:




Comentários